4º Vogar Contra a Indiferença – Vila Velha de Rodão – Monte do Arneiro

A iniciativa consiste numa descida em canoa que terá o seu início no Caís Fluvial de Vila Velha de Rodão, com paragem na ilha da Fonte das Virtudes, e cuja expedição tem como destino o Caís Fluvial do Arneiro, realçando a beleza deste património natural e cultural associado ao rio no domínio da geologia e da biodiversidade, onde culminará num almoço convívio. Nesta atividade irá proceder-se à leitura da Carta Contra a Indiferença na qual se evidencia a necessidade de defender o rio Tejo da sobre exploração da água devido aos transvases da água do Tejo para o sul de Espanha, da agressão da poluição agrícola, industrial e nuclear, como sejam, os riscos de contaminação e poluição do rio Tejo face à eventual extração de urânio em Nisa, à localização de cemitérios nucleares, à produção de energia nuclear na central nuclear de Almaraz e a sobre produção das industrias de celulose em Vila Velha de Ródão. Esta atividade é organizada pelo proTEJO – Movimento Pelo Tejo, ADENEX, Amigos da Terra Associação Sociocultural de Santana (ATAS), Ambiente nas Zonas Uraníferas (AZU), CerciZimbra – Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados de Sesimbra, Movimento Urânio em Nisa Não (MUNN), Movimento Cívico Ar Puro, Eco-Cartaxo e QUERCUS – Associação Nacional de Conservação da Natureza. Contamos ainda com o apoio da Casa de Pasto “O Túlio”, da empresa Incentivos Outdoor, da Geopark Naturtejo da Meseta Meridional, da Rede de Cidadania por Uma Nova Cultura da Água do Tejo/Tajo, e dos municípios de Nisa e de Vila Velha de Rodão. Está prevista uma mobilização significativa de grupos de cidadãos de ambos os lados da fronteira, provando-se que a defesa dos rios ibéricos ultrapassa as fronteiras administrativas e une os cidadãos com os mesmos problemas, independentemente da sua nacionalidade.